Como ser feliz e ter sucesso

Um dos principais especialistas do mundo sobre a relação entre felicidade e sucesso, o educador americano Shawn Acor, identificou em um estudo…

algumas questões bastante interessantes sobre stress e como lidar com seus sintomas. Um dos aspectos mais significativos está relacionado à nossa disposição de perceber o que é stress, à perspectiva com a qual lidamos com as situações. Por exemplo, se conseguíssemos mudar nosso modelo mental em torno das situações de stress, interpretando-as como desafios e não ameaça, teríamos 23% menos sintomas em consequência como dores de cabeça e nas costas e fadiga. O stress ainda estará lá, mas, o efeito sobre o corpo terá sido completamente alterado. Em outras palavras, o stress é inevitável, mas seus efeitos sobre nós podem ser evitados. A grande questão é como resignificar as tensões do dia a dia, transformando-as de ameaça em oportunidade de crescimento pessoal.

Durante doze anos, Acor estudou, na Universidade de Harvard, o que torna as pessoas felizes. Conclui sua pesquisa com a inversão da formula do sucesso que leva à felicidade, propondo que, na verdade, a felicidade conduz ao sucesso. Como resultado, mostra ainda que simplesmente mudando sua perspectiva no ambiente de trabalho, você pode alcançar um maior crescimento no longo prazo, chegando a 31% mais de produtividade, 37% mais em resultados e até mesmo aumentar a sua probabilidade de maior longevidade em até 40%.

Para conseguir a transformação da mentalidade com a qual lidamos, usualmente, com situações de stress, o especialista traz algumas recomendações, entre elas há duas que considero particularmente interessantes, simples e praticáveis. Se adotá-las não produzir algum efeito especial sobre o stress, de toda forma, vai contribuir para maior bem estar:

1) Diminuir o ruído. Estudos mostram que quando estamos sobrecarregados com informações é muito mais difícil para o cérebro “ver” pontos positivos em qualquer situação. Então, uma proposta é diminuir o ruído pelo menos um pouco, como, por exemplo, ao entrar no carro, mantenha o rádio do carro desligado, ao menos por cinco minutos. O silencio trará um pouco de tranquilidade ao seu cérebro, permitindo que possa direcioná-lo ao seu propósito maior e aos pontos positivos do que você está vivenciando.

2) Obter uma noite inteira de sono, e não passar fome. “Se você memorizar conjuntos de palavras positivas, neutras e negativas e, em seguida, dormir por sete a oito horas, você vai se lembrar de cerca de 80% de todas as palavras mais tarde”, escreve Acor. Mas e se você perder uma noite de sono? Você ainda vai se lembrar de uma maioria de palavras negativas e neutras, mas vai se lembrar de quase 60% menos palavras positivas. Seu cérebro percebe sua falta de sono como uma ameaça e começa a digitalizar o mundo para mais ameaças.

Estudos também constataram que em relação à alimentação acontece coisa semelhante, à medida que os níveis de açúcar começam a cair no organismo, a disposição para perceber o lado positivo das coisas também cai. Ao serem alimentadas, as pessoas recuperam sua disposição para identificar aspectos positivos, a perceber que é possível vencer obstáculos, por exemplo.

O estudo de Acor também conclui que há quatro barreiras para a criação de uma realidade positiva: estar com fome, irritado, solitário ou cansado – por isso, se você sentir qualquer uma dessas coisas, você precisa comer, acalmar-se, conversar com alguém que você ama ou dormir.

Seja feliz e tenha sucesso!

Fonte: exame.abril.com.br | http://abr.ai/292xfM7

Deixe uma resposta