10 habilidades em falta no mercado

A Hays, empresa de recrutamento especializado para média e alta gerência, elaborou uma lista das habilidades em falta no mercado de…

trabalho em nível mundial. Trata-se de uma análise desenvolvida pelos escritórios da consultoria que identificaram as maiores demandas do mercado.

“Escassez de talentos é um problema global. Atuamos em 33 países e nossos clientes, de forma geral, afirmam que algumas habilidades estão em falta no mercado. Para se inserir na carreira no mercado global, o candidato deve se concentrar e se desenvolver nas habilidades relacionadas”, diz Alexia Franco, diretora da Hays no Rio de Janeiro.

A lista foi dividida em habilidades gerais e específicas de algumas áreas:

Habilidades gerais
Línguas: Um tema comum entre empresas de vários países é a necessidade de o profissional ter conhecimento em mais de um idioma. Em uma economia globalizada, o inglês se tornou a língua dos negócios. Para quem já tem um bom inglês, é interessante saber mais dois ou três idiomas.
Comunicação: Importante saber como trabalhar em equipe e construir bons relacionamentos.
Gerenciamento de equipe e liderança: Uma razão para isso é a falta de treinamento para profissionais jovens que, cada vez mais, têm exercido cargos de liderança. Muitas vezes o profissional com pouca idade não tem preparo e maturidade suficientes para assumir essas funções.
Organização: Dadas as condições da economia global, os empregadores buscam funcionários capazes de organizar seu dia de maneira eficiente para contribuir com os negócios da empresa de forma efetiva

Habilidades específicas
Financeiro e Orçamental: Cada vez mais, as organizações estão procurando profissionais eficientes no que diz respeito ao controle das finanças e dos orçamentos, mas em muitos países faltam candidatos com essas habilidades.
TI: Faltam profissionais com conhecimento em JAVA, NET, C++ e outras necessidades específicas na área de TI.
Conhecimento em sustentabilidade: É uma área relativamente nova, porém crescente, principalmente para o setor de energia e construção.
Negociações: Empresas querem cortar custos e economizar. Sendo assim, procuram profissionais capazes de fazer os melhores acordos para alcançar estes objetivos.
Pesquisa e desenvolvimento: Companhias da área de tecnologia, bens de consumo, indústria e ciência buscam funcionários capazes de investir em pesquisas. O setor de petróleo e gás, por exemplo, tem criado muitas oportunidades na área de pesquisa e desenvolvimento no Rio de Janeiro.
Assistência médica: Com a expectativa de vida das pessoas cada vez maior, a demanda por assistência médica vem crescendo. Mas a falta desses profissionais especializados na área continua sendo uma ameaça para os próximos anos.

Fonte: g1.globo.com | http://glo.bo/297CpbK

Deixe uma resposta